quarta-feira, 29 de julho de 2015

O RICO POBRE

Marabá lidera produção de cobre, mas seu povo afunda na miséria

Foto (banco de imagens do Google)
Marabá é o município que mais produz cobre, no Brasil. A constatação faz parte de relatório do primeiro semestre de 2015, divulgado pela Vale.

Canaã dos Carajás, com o Projeto Sossego, ficou para trás. O Pará é o “campeão”, com  86% do cobre produzido no Brasil.

Nos seis primeiros meses do ano, Marabá, através do  Salobo, somou 74 mil  toneladas  do minério. Canaã, antes liderando ranking, agora soma  57 mil toneladas.

Trocando em miúdos, a Vale agora está tendo retorno dos investimentos aplicados em Salobo e Sossego.

Enquanto isso, o Estado do Pará,  particularmente sua população, não usufrui nenhum benefício das riquezas obtidas pela Vale, na exploração das jazidas de minérios em solo paraense. Os acionistas da mineradora avolumam lucros extraordinários, em detrimento do bem estar social de nossa gente.

Marabá mesmo, semana passada, através da Prefeitura Municipal, teve que tomar medidas drásticas para enfrentar a falta de recursos para investimentos, demitindo servidores.

O governo do Pará, sabiamente criou mecanismos fiscais para receber dividendos dos produtores de minérios no Estado, mas a Vale, nega-se a negociar sua participação na divisão do bolo.

Vai chegar o momento no qual a população partirá, ela mesmo para acertar essa conta, que jamais baterá se não houver um freio de arrumação.

Quanto mais a Vale fatura, mais o povo paraense afunda na miséria

Da página hiroshibogea

Nenhum comentário:

Postar um comentário