sábado, 16 de maio de 2015

VIOLENCIA NO CAMPO

Integrante do MST é assassinado em São Félix do Xingu
Polícia diz que vítima foi morta por pistoleiros.
Pará é o estado com maior violência no campo.

A polícia abriu inquérito para investigar a morte de um integrante do Movimento Sem Terra (MST), em São Félix do Xingu, no sul do Pará. A vítima foi assassinada nesta sexta-feira (15).
Segundo as investigações, a morte resultou de um conflito com pistoleiros na região. Uma equipe da polícia seguiu para o local, que fica a 14 quilômetros da sede do município.

A fazenda foi ocupada há vários anos por Sem Terra e o mandado de reintegração de posse nunca foi cumprido. A Delegacia de Conflitos Agrários de Redenção também acompanha o caso.

Violência no campo
O Pará é o estado que concentra os casos de assassinatos por conflito agrário no Brasil, segundo o mais recente levantamento da Comissão Pastoral da Terra, divulgado no último mês de abril. Em 2014, das 36 vítimas registradas no país, nove mortes ocorreram no Pará.

Historicamente marcado por crimes ligados a conflitos agrários, o Pará apresentou crescimento de 50 % no número de assassinatos: foram seis casos em 2013, contra 9 em 2014.

Postador: Manancial de Carajás, com informações do G1 Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário