quarta-feira, 20 de maio de 2015

EDUCAÇÃO

Governo investe mais de R$ 4,5 milhões em incentivo à leitura

O Programa Credlivro vai investir mais de R$ 4,5 milhões e é um dos principais instrumentos de incentivo à leitura realizado no estado do Pará
Através do Programa Credlivro, o Governo do Pará vai investir R$ 4.521.200,00 em incentivo à leitura em 2015, durante a XIX Feira Pan-Amazônica do Livro e dos Salões do Livro das regiões do Baixo Amazonas e do Capim. Somente na Feira Pan-Amazônica do Livro que acontecerá em Belém, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, no período de 29 de maio a 7 de junho, mais de 20 mil servidores serão contemplados com o bônus, totalizando R$ 4.000.000,00.

Mais de 20 mil servidores serão contemplados com o bônus durante a realização da XIX Feira Pan-Amazônica do Livro
O Programa foi instituído no dia 23 de dezembro de 2013 e se constitui como instrumento especial de formação continuada de professores e técnicos com a aquisição de livros, no âmbito da Feira Pan-Amazônica do Livro e dos Salões de Livro, com o objetivo de aprimorar o conhecimento pessoal e profissional dos servidores efetivos da Secretaria de Educação do Pará (Seduc), com vistas a favorecer o hábito de leitura e a melhoria da prática pedagógica.

O valor do bônus é de R$ 200,00 e tem direito ao Credlivro o professor ou o técnico do magistério que sejam servidores do quadro efetivo da Seduc; estar lotado em regência de classe ou em projetos educacionais; ser ocupante do cargo de professor e estar lotado em função técnica na escola ou na sede da secretaria; ser ocupante de cargo ou função técnica do magistério, na função de administrador escolar, orientador, supervisor e especialista em educação, bem como os ocupantes da função de secretário escolar, estando lotados nos respectivos códigos de atividades.

Também recebem o bônus professores e técnicos em magistério que estão gozando de licença aprimoramento, prêmio, saúde, maternidade ou paternidade. Ser ocupante de cargo técnico que assessoram diretamente as escolas como bibliotecários, psicólogos, fonoaudiólogos, assistentes sociais, sociólogos, enfermeiros e nutricionistas.

Continue lendo>>>Educação
20/05/2015 | 11:41

Eliane Cardoso
Secretaria de Estado de Educação

Postador: manancial de Carajás, com informações da Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário