sexta-feira, 17 de abril de 2015

FIM DE GREVE

Estado e Sintepp terão audiência de conciliação

Uma audiência de conciliação foi marcada para a próxima quarta-feira (22), às 11h, entre Estado do Pará e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (SINTEPP). Mesmo a greve dos professores sendo considerada abusiva pela Justiça, os professores não voltaram às salas de aulas. A audiência, que ocorrerá no gabinete da desembargadora Gleide Moura, no 1º andar do anexo do edifício sede do Tribunal de Justiça do Pará, foi requerida por uma comissão de professores.

A magistrada determinou a intimação pessoal das partes no processo para que compareçam à audiência, autorizando o regime de plantão para o cumprimento das intimações, bem como representante do Ministério Público.

De acordo com o processo, a ação declaratória foi movida pela Procuradoria Geral do Estado no último dia 10 de abril, sob a alegação de que o movimento havia sido deflagrado em meio ao processo de negociação entre o Estado e a categoria.

Na sustentação, o procurador Antônio Saboia de Melo Neto, afirmou “que a greve seria ilegal e abusiva, na medida em que o SINTEPP, além de vir aumentando as reivindicações a cada rodada de negociação e ter deflagrado e greve em meio a processo de negociação, ainda estaria fechando vias públicas e ocupando ilegalmente prédios públicos, impedindo os demais servidores estaduais de exercer normalmente suas atividades laborais e impossibilitando, ainda, a sociedade paraense de fazer regular uso dos serviços públicos estaduais”.

Postador: Manancial de Carajás, com informações do DOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário