segunda-feira, 30 de março de 2015

DILMA VEM AO PARÁ

Dilma chega a Capanema para inaugurar mais de mil casas
Presidente busca recuperar credibilidade em meio à crise política

A presidente da República, Dilma Rousseff, chega hoje a Capanema para participar da inauguração de 1.032 unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), no Conjunto José Neto. O empreendimento, que custou cerca de R$ 53,6 milhões aos cofres públicos, beneficiará mais de 4.100 pessoas, organizadas em famílias com rendimento médio mensal de até R$ 1,6 mil. A presença de Dilma no lançamento das unidades pode ser vista também como uma tentativa de reverter o índice de rejeição à sua gestão, que ultrapassou os 60%. O MCMV é um dos principais e mais populares programas do governo federal.

A expectativa é de que seis mil pessoas participem do evento, que será aberto ao público. Mesmo em tempos de manifestações contra o governo Dilma, a assessoria de comunicação presidencial informou que o esquema de segurança deve seguir os padrões normais de qualquer outro grande evento.

Foto: Agência Brasil
Cada unidade é avaliada em R$ 52 mil, sendo que 3% delas estão adaptadas para pessoas portadoras de necessidades especiais. O residencial conta com infraestrutura completa, com pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem energia elétrica e iluminação pública.

Dilma deve deixar Brasília e seguir para Belém por volta de 11h30, com previsão de chegada às 13h50 na capital paraense. Só então se deslocará até Capanema de helicóptero para fazer a entrega simbólica das chaves das unidades habitacionais aos contemplados, por volta de 15h da tarde. Acompanham a cerimônia ainda o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, a presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior, o governador do Estado do Pará, Simão Jatene, o prefeito de Capanema, Eslon Martins, além do superintendente regional da Caixa, Evandro Lima.

Continue lendo>>>
Dilma chega a Capanema para inaugurar mais de mil casas

Postador: Manancial de Carajás, com informações de OLiberal

Nenhum comentário:

Postar um comentário